Maceió inova como 1ª cidade no Brasil a distribuir fones redutores de ruídos durante as festas juninas, diz JHC

   A ação é coordenada pela Secretaria Municipal da Mulher, Pessoas com Deficiência, Idosos e Cidadania (Semuc) e reforça o compromisso da gestão JHC com a inclusão social e a valorização da diversidade. Além disso, demonstra a preocupação em criar ambientes acolhedores e acessíveis.

Para garantir acessibilidade e conforto para todos, a Prefeitura de Maceió tem realizado diversas ações em seus eventos. A novidade do São João 2023 são os fones redutores de ruídos. Primeira cidade no Brasil a garantir o equipamento, a gestão JHC busca atender às necessidades das pessoas com hipersensibilidade auditiva, como Transtorno do Espectro Autista (TEA), Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Transtorno do Desenvolvimento Opositivo (TODO).

O prefeito JHC fala da necessidade de que essa ação se espalhe pelo Brasil. “O fone com redução de ruído deixa o nosso São João ainda mais acessível. É uma tecnologia que garante que pessoas com hipersensibilidade auditiva, a exemplo de TEA, TDAH e TDO aproveitem a festa. Além dele, também temos camarote ou front stage grátis e exclusivo para pessoas com deficiência; e equipes de apoio. Fico feliz, pois todo mundo tem direito a lazer”, pontuou o gestor.

Kliciany Martins, psicóloga clínica especializada em neuropsicologia, ressalta a importância dos fones como ferramenta para promover a inclusão nestes ambientes. “Os fones redutores de ruído são um importante recurso para permitir a inclusão de pessoas com transtorno do processamento sensorial. Uma ação extremamente importante e que deve ser exemplo”, disse.

A secretária da Semuc, Ana Paula Mendes, acompanhou a ação e enfatizou o compromisso da gestão com a inclusão. “Seguimos a orientação do nosso prefeito e estamos comprometidos em tornar Maceió uma cidade inclusiva, onde todos os cidadãos tenham a oportunidade de participar plenamente das atividades sociais. A distribuição dos fones redutores de ruído é um passo significativo para garantir a acessibilidade durante as festas de São João, proporcionando uma experiência mais confortável e prazerosa para aqueles que têm hipersensibilidade auditiva”.

Foto: Jonathan Lins/Secom Maceió
Foto: Jonathan Lins/Secom Maceió

Michaelle Pereira (estagiária)/Ascom Semuc

Comentários

Rolar para cima