Solidariedade tem como novos filiados: Rocha Lima, Robert Manso e Fernando Ribeiro

A noite desta quarta-feira (30) foi movimentada na sede do partido Solidariedade/Alagoas. O presidente estadual da sigla, Adeilson Bezerra, recebeu os novos integrantes e abonou as suas fichas de filiação ao partido. Sendo eles: o ex-vereador por Maceió e presidente da Associação dos Servidores da Justiça de Estado de Alagoas, Robert Manso; o coronel da Polícia Militar, Rocha Lima e o advogado Fernando Ribeiro.

Bezerra afirma que é uma grande satisfação receber pessoas tão qualificadas para integrarem o quadro político do Solidariedade. “São grandes quadros políticos com relevantes trabalhos prestados a sociedade maceioense e alagoana. Fico muito feliz em poder fortalecer, cada dia mais, o Solidariedade em Alagoas”

“Estou com muita vontade de trabalhar pelo partido para melhorar a qualidade de vida da nossa gente. Tenho experiência em diversas áreas de atuação, inclusive como vereador e secretário do município. Vou trazer toda minha expertise para colaborar com o fortalecimento do Solidariedade”, relatou Robert Manso.

Rocha Lima, coronel reformado da Polícia Militar, confirmou sua filiação. “Tenho um profundo respeito e admiração pelo nosso presidente, Adeilson Bezerra. Esse foi um dos principais motivos pra concretizar minha chegada ao Solidariedade. Tenho compromisso com a segurança pública. Essa será a minha principal bandeira” diz, Rocha Lima.

A noite marcou também a filiação de Fernando Ribeiro, advogado formado pela Universidade Federal de Alagoas e com mais de 20 anos de atuação na advocacia. “A política está no meu DNA. Meu pai já foi vereador por seis mandatos. Cresci em um ambiente em que a política sempre foi muito presente. Agora quero unir o Direito e política para contribuir com o meu povo”, explica Ribeiro.

As novas filiações contaram com a presença de Stuart Manso, evangelista e membro da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), “O desafio é construir um Solidariedade representativo e com capilaridade na sociedade alagoana. Seguiremos neste caminho”, sentencia Stuart.

Comentários

Rolar para cima